A Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde (Fiotec) firmou, em 2012, uma parceria com o Instituto Empreender e o Instituto Benjamin Constant (IBC) em um projeto de capacitação sócio profissional e inglês conversação para jovens carentes e pessoas com deficiência. As ações serão voltadas para membros do IBC e da Secretaria Municipal da Pessoa Portadora de Deficiência (SMPD), na faixa de 16 a 29 anos, além de alunos de 30 escolas do Rio de Janeiro. A iniciativa, criada pela área de Recursos Humanos da instituição, atende a uma orientação do Ministério Público (MP) em relação à legislação que trata da empregabilidade de pessoas com deficiência.

O objetivo do projeto é aumentar as oportunidades de colocação profissional por meio da formação social, profissional e em inglês básico. Espera-se que, ao final da execução do projeto, 80% dos inscritos estejam aptos a buscar oportunidades no mercado de trabalho nas áreas de organização de eventos, apoio administrativo, entre outros.

A Fiotec deve financia e acompanha o projeto, oferecendo-lhes assistência sempre que necessário.  O Instituto Empreender é responsável pelo ensino, a partir da metodologia específica do Programa Enter Jovem Plus. Já o IBC disponibiliza materiais em áudio para deficientes auditivos e em braile ou ampliados para atender os alunos com nenhum ou com baixo grau de visão.

Sobre o Instituto Empreender

Fundado em fevereiro de 2000, o Instituto Empreender, localizado no Rio de Janeiro atua no atendimento de jovens em situação de risco pessoal e social, tanto na qualificação para a inserção no mundo do trabalho, como na promoção do cooperativismo e do associativismo em comunidades menos desenvolvidas.

Por meio da metodologia Enter Jovem Plus, que atua com foco em Geração de Renda e Oportunidade de Trabalho, desenvolve habilidades tecnológicas básicas.  Além de qualificar, o instituto busca o egresso do participante no mercado de trabalho.

Sobre o IBC

O IBC, também localizado no Rio, é um centro de referência nacional para questões de deficiência visual. Possui uma escola, capacita profissionais, assessora escolas e instituições, realiza consultas oftalmológicas à população, reabilita, produz material especializado, impressos em braile e publicações científicas.


novidades